Vale a pena publicar um curso gratuito na Udemy?

vale a pena publicar um curso gratuito na udemy

Vale a pena publicar um curso gratuito na Udemy? Esta é uma pergunta frequente entre os meus alunos, de muitos dos meus colegas instrutores Udemy e todos os que estão iniciando no empreendedorismo digital.

Se você também se pergunta, vem comigo pois eu vou mostrar para você a verdadeira utilidade dos cursos gratuitos. 

Neste vídeo, que eu tenho publicado no youtube, eu respondo com toda clareza e honestidade porque eu acredito que vale a pena criar e publicar cursos online de forma gratuita: 

Contudo, como eu tento deixar claro no vídeo (e acredito piamente!), você precisa ter objetivos claros para seu curso, assim como para tudo o que você faz. Por isso vejamos em detalhes a utilidade e os objetivos na criação de cursos gratuitos. 

Curso gratuito: utilidade e objetivos na criação de cursos gratuitos

Este artigo está centrado e usará exemplos de cursos na plataforma Udemy, pois é a plataforma que eu utilizo, mas não se preocupe, você poderá aproveitar dessas informações em todas as plataformas.

Dito isso, vejamos os ojetivos do seu curso gratuito.

Seu curso gratuito tem 3 objetivos principais:

#1 gerar autoridade e prova social

Sim, as pessoas se inscrevem mais facilmente em um curso gratuito do que em um curso pago. Isso é perfeitamente normal e este fenômeno não está ligado somente à crise ou às dificuldades financeiras. Este é o fenômeno da descoberta, o primeiro contato entre seu público e seu trabalho. Esta é uma excelente oportunidade para conquistar novos clientes e alunos. Por isso, seu curso gratuito precisa oferecer um conteúdo de alta qualidade.

Pois é a qualidade do conteúdo oferecido gratuitamente que vai atrair novos participantes, gerar os primeiros feedbacks sobre o seu curso e o seu trabalho, e claro, dar mais visibilidade para o seu trabalho.

Se você publicar seus cursos em uma marketplace como a Udemy por exemplo, a quantidade de alunos, assim como a quantidade (e a qualidade) das avaliações recebidas por um instrutor, conta e muito dentro da plataforma:

  • para os algoritmos da plataforma (que vão mostrar ou não seus cursos para mais pessoas)
  • para os visitantes do seu perfil e das páginas de inscrição dos seus cursos (as pessoas sempre preferem o que já é popular, não é mesmo?)

#2 validar sua proposta de curso online

sim, a aceitação, a procura e os feedbacks recebidos dos alunos matriculados nos seus cursos gratuitos vão ajudar você a:

  • analisar os resultados: número de matrículas, número de rematrículas, seguidores, leads
  • conhecer seu público: o que eles querem/precisam/anseiam além do que você apresentou no curso gratuito?

#3 gerar vendas para o curso pago

Gerar vendas com um curso gratuito? Claro que sim! Seu curso gratuito é uma “amostra grátis”, lembra?

Ele deve servir para conquistar e fidelizar seu público. Por isso é tão importante que você analise com cuidado a aceitação e o feedback recebido no seu curso gratuito.

Como eu tinha falado no vídeo, o ideal é que você já tenha uma proposta de curso pago para complementar o curso gratuito. Assim, ele vai funcionar exatamente como uma “amostra grátis”! 

É justamente isso que eu proponho no Minicurso Gratuito Negócios Online e Estilo de Vida. Este minicurso é uma amostra grátis do curso Negócios Online e Estilo de Vida que já está publicado e na lista de mais vendidos da Udemy, veja: 

minicurso gratuito sobre negócios online

Como estruturar seu curso gratuito a fim de gerar vendas? 

Se você pretende gerar vendas a partir do seu curso gratuito, a primeira coisa a pensar é que ele precisa ter qualidade suficiente para fazer com que seu aluno queira continuar aprendendo com você. Se nós voltarmos para a metáfora da “amostra grátis”, nós podemos dizer que seu curso gratuito precisa deixar “um gostinho de quero mais” nos seus alunos.

Se você vai publicar seus cursos online na Udemy, saiba que você não pode fazer propaganda do seu curso pago durante todo o curso gratuito e nem enviar e-mails promocionais para seus alunos.

Contudo, em todos os cursos na Udemy, existe a “aula bônus” que é onde nós podemos, não somente convidar os alunos para participar de outro/outros cursos, como também podemos deixar nossos próprios cupons de instrutor para garantir 97% do lucro da venda.

Essa é geralmente a última aula do curso, logo depois da aula de agradecimentos.

No minicurso “Negócios Online e Estilo de Vida” eu sigo exatamente este sistema:

  • vídeo promocional já deixando claro que se trata de uma “amostra grátis” do curso completo
  • aula de agradecimento pela participação
  • aula bônus com os cupons de desconto

E esta estrutura tem funcionado muito bem, veja este post que eu criei para responder um dos alunos deste curso que me perguntou justamente:

Por que criar um curso gratuito?

Bom dia, gostaria de saber por que criar um curso gratuito nessa plataforma de cursos? O que você ganha com isso? Seu material é excelente e deveria vendê-lo ao invés de dá-lo de graça.

Quer mais um bom motivo para publicar seu curso gratuito na Udemy?

A Udemy é o maior marketplace de cursos online do mundo, com mais de 30 milhões de usuários ativos e mesmo que você não queira colocar seus cursos pagos nessa plataforma, ela pode ser sim uma excelente vitrine para seu negócio online.

Observe com cuidado essas duas imagens:

1 – Curso gratuito sobre Slow Marketing

  • Data do print: 24.09.2019
  • Data de publicação do curso na Udemy: 24.08.2019
  • Data de publicação no YouTube: 21.08.2019
Curso gratuito sobre slow marketing

2- Curso gratuito sobre o futuro do trabalho

  • Data do print: 24.09.2019
  • Data de publicação do curso na Udemy: 22.09.2019
  • Data de publicação no YouTube: 11.06.2019
Curso online sobre o futuro do trabalho

Dica para não se decepcionar com as vendas:

Como se trata de um curso gratuito, poucas pessoas chegam até a aula bônus… quem chega, geralmente compra sem pensar 2 vezes, pois gostou do que viu.

Por isso, é importante oferecer outros canais de comunicação e de distribuição de conteúdo para os alunos já no início do curso.

Quando você criar a sua aula de apresentação, pense em dizer aos seus alunos que eles podem se conectar com você nas redes sociais, diga onde você compartilha conhecimento, dicas, onde eles podem continuar aprendendo com você (e crie conteúdo, claro!).

Uma ótima possibilidade também é criar seu próprio grupo de alunos no Facebook (ou outra rede qualquer). Os grupos facilitam a comunicação e, principalmente, a criação da sua própria comunidade.

Se você gosta de contato humano, é o máximo! Eu adoro meus grupos de alunos!

E você? O que você acha: 

Vale a pena criar um curso gratuito?

Deixe seu comentário e compartilhe este post com todas as pessoas que pretendem publicar seus cursos, mas ainda estão sem saber por onde começar!

Ainda tem dúvidas?

Deixe sua pergunta nos comentários e clique para receber as notificações: assim você vai ver a minha resposta e também receber todas as novidades aqui do blog.

Quer falar diretamente comigo, receber orientações e tirar todas as suas dúvidas “cara a cara”?

Então, marque uma aula particular comigo! Vai ser um prazer ajudar você nessa jornada empreendedora!

Tem algo a dizer? Deixe seu comentário e participe da conversa!