Isso não é marketing digital: entenda e pare de perder oportunidades!

isso nao é marketing digital

Você quer vender mais nas redes sociais? Quer mais seguidores? Mais alunos? Mais clientes? Mais assinantes da sua newsletter? Mais leitores para o seu blog? Mais assinantes no seu canal no youtube??

Eu também quero!

Dicas e estratégias para isso têm aos montes por aí e aqui no blog também:

Contudo, nesse post, eu vou dizer para você o que não funciona, ok?

Eu vou listar algumas coisas aqui, mas fique à vontade para completar essa lista nos comentários…

Não tenho a pretensão de trazer a verdade absoluta nesse post, mas trago experiência de vida, de empreendedora e de consumidora que sou.

Isso não é marketing digital: entenda e pare de perder oportunidades!

6 coisas que não funcionam (que não são marketing digital e queimam o seu filme):

1 – enviar vídeos e mensagens privadas divulgando produtos, serviços e links.

Na maioria das vezes essas mensagens chegam sem nem uma mensagem pessoal ou se têm, é um texto pronto que foi enviado automaticamente para todas as pessoas. Além de não funcionar, me irrita profundamente e me faz perder toda a consideração pelo “profissional”.

Eu sei que tem até curso ensinando a fazer isso, mas gente, imagina se todas as pessoas resolvessem fazer isso! Imagina se eu enviasse uma mensagem privada para você cada vez que eu postar algo aqui no blog, no youtube, cada vez que lançasse um projeto ou um curso novo…. você ia gostar? Tenho certeza de que não ia! Então, porque você acha que eu (ou qualquer outra pessoa) gostaria?

2 – marcar as pessoas em fotos e posts sem relação direta com elas

Marcar pessoas aumenta consideravelmente o alcance dos nossos posts porque, quando feita corretamente, essa pessoa verá, ficará feliz com lembrança, deixará seu like, um comentário e talvez até compartilhará, o que é ótimo!

Contudo, marcar pessoas sem que elas tenham uma relação com o assunto e sem explicar porque, é gafe das piores e pode, inclusive, irritar as pessoas.

#exemplo de possibilidade para marcar alguém de forma correta:

Você está leu este post até o final, gostou dele e quer compartilhar. Ótimo! escolha a rede na qual você vai compartilhar, faca um comentário/consideração sobre o post indicando a autoria dele. Aqui, no texto do teu post, você poderá me marcar (@leilaadrianoostoyke). Eu verei, vou ler seu comentário e vou compartilhar nas minhas redes.

É simples receber um pouco da atenção de alguém 🙂

3 – usar o conteúdo/ideia/post sem dar os créditos para o autor.

Esse é um clássico, né? E sabe o que? É MUITO mais eficiente marcar a pessoa em questão, ganhar um like, um comentário, um compartilhamento e quem sabe até, novos seguidores (exatamente como eu explico no ítem anterior!)

4 – postar links/compartilhar posts em grupos sem dizer uma palavra se quer.

São geralmente também as pessoas que nunca participam do grupo, postam seus links e nunca mais aparecem nem para responder os comentários.

É desagradável e principalmente: não gera resultados a longo prazo pois você fica parecendo alguém irresponsável e aproveitador, entende?

Quer vender nos grupos do Facebook? Leia esse post e sigua essas dicas:

5 – fazer comentários “lacradores” em posts para mostrar superioridade

Argumentar é uma coisa, ficar querendo tirar a razão do outro somente para se mostrar, é ridículo! Além do que, mais uma vez, você acaba perdendo a sua crebilidade pois as pessoas percebem o objetivo do comentário.

6 – usar indevidamente o e-mail marketing

Pegar o e-mail de todos os seus contatos (pessoais e nas redes), jogar em um serviço de e-mail marketing e achar que está criando lista.

Não sei você, mas eu fiz isso há alguns anos (mil desculpas meus queridos amigos!) e posso dizer com todas as letras: não adianta!

Baixar a lista de contatos no LinkedIn e jogar no mailchimp também não (eu também já fiz isso, seguindo uma “super dica” de “especialista”).  

Bom senso e atenticidade são ótimas ferramentas de marketing

Nós todos queremos a atenção das pessoas, queremos likes, queremos comentários, depoimentos, fama e dinheiro no bolso.

Nenhum de nós está livre de cometer erros, nem de “meter os pés pelas mãos” na procura por um lugar ao sol nessa terra sem lei que é a internet…

Mas nós podemos sempre nos perguntar antes:

“eu quero que façam isso comigo?”

Se a resposta for não, evite 😊

E você? Já cometeu algumas dessas gafes? Eu acho que só escapei da 2 e da 3 (mas não tenho certeza e por isso já vou de desculpando aqui)

Conhece mais alguém precisando entender melhor o marketing digital?

Entao, exerça sua generosidade e compartilhe (lembre-se de me marcar corretamente – no texto e usando @leilaadrianoostoyke) para que eu possa ver e deixar meu comentário lá.

IMPORTANTE: esse conteúdo foi publicado também no perfil da minha escola Digital sem Mistérios no Instagram e algumas reações você acompanhar por aqui:

Tem algo a dizer? Deixe seu comentário e participe da conversa!