Grupos no Facebook: como e por que criar um grupo de alunos no Facebook?

como e por que criar um grupo de alunos no Facebook

Você quer engajar seus alunos no processo de ensino e aprendizagem e ainda criar uma verdadeira comunidade online? Crie um grupo de alunos no Facebook! Saiba como e porque:

Como mais de 2,3 bilhões de usuários mensais, o Facebook continua vivíssimo, embora algumas pessoas estejam “de mal” com ele.

Se você não faz parte dessas pessoas, saiba que o Facebook pode ser um grande aliado na sua missão de espalhar seu conhecimento pelo mundo!

Nele as pessoas se encontram, amam e odeiam, brigam e fazem as pazes, compartilham, perguntam, pedem recomendações, recomendam, compram e vendem.

No Facebook, nós também criamos comunidades: de compra, venda, de amor, ódio, mas também de ensino-aprendizagem. Agora vejamos:

Por que criar um grupo de alunos no Facebook?

Que você ensine online ou não, criar grupos de alunos no Facebook poder ser muito interessante se você quer:

Aumentar a interação entre os alunos

Um grupo de alunos em uma rede social promove uma interação que vai além da sala de aula. Em uma situação informal, onde as pessoas podem criar laços de simpatia, amizade e até parcerias, a interação acontece em vários níveis: dentro e fora do grupo.

Engajar seus alunos na aprendizagem

Captar e manter o interesse e o engajamento dos alunos em um curso online ou presencial é um desafio constante para nós professores e instrutores.

Em um grupo você pode criar e propor exercícios extras, atividades e desafios em forma de gamificação para engajar seus alunos.

Facilitar o compartilhamento de conteúdo relevante

Nos grupos do Facebook você compartilhar links externos (para conteúdo em blogs, jornais, vídeos), pode compartilhar material exclusivo para o grupo (pode subir diretamente no grupo documentos word, pdf, vídeos), pode criar testes, enquetes e aulas ao vivo diretamente no grupo.

Diminuir seu trabalho facilitando a troca de informações entre os alunos

As perguntas postadas em um grupo podem ser respondidas pelos outros membros do grupo, o que aumenta o engajamento do grupo, facilita o aprendizado (quem ensina aprende 2 vezes, lembra?) e consequentemente, diminui o seu trabalho.

Eu vejo isso claramente no meu grupo de alunos: morando na Alemanha, o fuso me impede de participar de grande parte da vida “digital” dos meus alunos, visto que quando eles estão estudando, eu geralmente já estou dormindo.

Muitas vezes, quando eu entro no grupo no outro dia pela manhã, as perguntas já foram respondidas.

E agora você se/me pergunta:

Vale a pena criar um grupo de alunos no Facebook?

Depende! Sempre depende (risos). Nesse caso, depende do que você deseja alcançar e da sua disponibilidade em administrar o grupo.

Se você não usa ou não gosta de usar o Facebook, é bem provável que não valha a pena para você, visto que será um trabalho a mais. Se você não tem interesse em formar uma comunidade, uma rede de ensino e aprendizagem, também não.

Contudo, se você quer formar uma verdadeira comunidade de pessoas que cooperam entre si, com você, que querem continuar aprendendo e enviando com você, vale muito a pena.

Nesse vídeo, publicado no YouTube em janeiro de 2018, eu já estava convencida da utilidade dos grupos no processo de ensino e aprendizagem, assim como na criação de comunidades online.

Assista, pois nele eu também mostro como criar e administrar esses grupos:

Desde então, meu grupo de alunos continua crescendo e eu até já diversifiquei a oferta! Hoje eu tenho dois grupos ativos: um grupo gratuito e outro pago:

Grupo gratuito: um grupo fechado para meus alunos na Udemy

Se você participa de algum dos meus cursos na Udemy, seja ele gratuito ou pago, você recebeu um convite para participar do meu grupo de alunos, não é mesmo?

Como convidar meus alunos na Udemy para participar do grupo?

É simples: basta criar uma aula em formato de vídeo ou texto convidando seus alunos para participar do grupo, colocando o link para o grupo.

Para facilitar, eu criei algumas questões para que cada pessoa responda antes de acessar o grupo. Como meu grupo de alunos é fechado, as pessoas precisam pedir para entrar no grupo. Com as questões eu consigo identificar facilmente quem é realmente meu aluno ou não.

Grupo pago: meu grupo de queridinhos da profe

Os grupos no Facebook também são uma excelente maneira de reunir os participantes de grupos de mentoria. No meu caso, meu grupo de queridinhos da profe (meu grupo de mentoria) recebe não somente a mentoria individual, tem sua sala de aula virtual com materiais e aulas exclusivas, como também tem seu próprio grupo no Facebook e participa do meu do grupo de melhores amigos no Instagram.

Como esse grupo recebe uma atenção especial(íssima), os participantes pagam uma mensalidade e quem cancela a participação é excluído do grupo. Cada participante pode cancelar a sua participação mensalmente, através de um simples e-mail.

Quando alguém me avisa que não vai mais participar, eu simplesmente tiro a pessoa dos grupos pagos e pronto.

A criação de comunidades é A tendência

A criação de comunidades é uma tendência não somente no ensino como no marketing digital e você pode aproveitar ao máximo delas para aprender, ensinar, criar e vender!

Leia esse artigo e você vai entender bem o que eu estou querendo dizer:

Agora eu quero saber de você:

Qual é a sua experiência com grupos no Facebook?

Administrando ou participando de grupos, deixe seu comentário e nos diga o que você vê de positivo e de negativo nos grupos!

Dúvidas? Comentários? Sugestões? Escreva para mim! Eu não deixo ninguém sem resposta!

Conhece mais alguém que pode se beneficiar dessas informações? Então, exerça sua generosidade e compartilhe:

Tem algo a dizer? Deixe seu comentário e participe da conversa!