Como criar um tutorial? Aprenda a fazer vídeos tutoriais em 5 passos simples.

Como criar um tutorial

Os vídeos tutorias são campeões de visualizações no youtube e nas redes sociais. Com o objetivo de fazer uma demonstração, eles têm a função de ensinar e podem ser utilizados tanto como conteúdo integrante de cursos online quanto em campanhas de marketing digital.

Como criar um tutorial é uma pergunta frequente entre os meus alunos e é sobre isso que eu quero conversar com você aqui neste post e no vídeo:

Se você também quer aprender a criar vídeos tutoriais, vem comigo pois eu vou mostrar para você os 5 passos principais desse processo.

Como fazer um tutorial?

A primeira coisa a saber é que um vídeo tutorial é um vídeo com uma função educativa no estilo passo a passo. Ao criar um vídeo tutorial, você está criando um vídeo que tem como objetivo principal ensinar algo.

Seus objetivos paralelos podem ser muitos outros como divulgar um produto, um serviço, engajar sua audiência, assim como seu vídeo tutorial pode estar incluído no programa de um curso online.

Bom, vejamos então, os 5 passos essenciais e algumas dicas especiais para a criação de vídeos tutoriais.

5 passos essenciais para a criação de vídeos tutoriais.

1. Escolha o tema do tutorial

Que você precisa conhecer bem o tema abordado no seu tutorial, eu nem preciso falar, não é mesmo? Mas pense também em escolher um tema específico para cada tutorial.

Por exemplo, neste vídeo eu estou falando sobre a criação de vídeos tutoriais e não sobre a criação e edição de vídeos em geral. Ora nós sabemos bem que o tema “vídeos” é vasto e me permitiria criar não somente um (como eu já tenho) mas vários cursos online.

Como “como criar vídeos tutoriais” assim como “como criar roteiros para videoaulas” são temas específicos e podem ser abordados com mais precisão em diferentes tutoriais.

2.  Crie um roteiro para seu vídeo tutorial

Você não precisa necessariamente escrever cada palavra do seu roteiro, mas você precisa respeitar a sequência básica: início, meio e fim.

Início: apresentação/anúncio do tema

Seja breve, mas prenda a atenção do seu público anunciando o tema do seu tutorial: diga claramente o que você vai ensinar no vídeo.

Meio: desenvolvimento do tutorial

Aqui é o momento de ensinar o que você prometeu e lembre-se de que um tutorial é um vídeo que ensina um passo a passo, um método, “um modo de usar”.

Para isso, é preciso calma para evitar os atropelos na fala e no conteúdo, mas também objetividade e clareza. Pense sempre no processo: como você mesmo faz o que está se propondo a ensinar?

Eu, por exemplo, nem sempre escrevo o roteiro completo dos meus vídeos, mas faço o processo completo antes de gravar, faço pesquisas se precisar, reúno informações, testo todo o material a ser usado e se preciso for, anoto os passos do processo.

Depois, gravo com a segurança de um passo a passo que realmente funcione.

Fim: conclusão/ chamada para a ação / validação da aprendizagem

Ao final do seu vídeo tutorial o processo deve estar concluído e você pode convidar seu público para desenvolver o processo. A chamada para a ação aqui pode ser essa e ela contribuirá para a validação da aprendizagem.

3. Pratique sua fala/ seu processo

Pratique sua fala, seu tom de voz e o processo a ser mostrado no tutorial antes de começar a gravar. A aprendizagem é facilitada quando há clareza e precisão no que está sendo mostrado e ensinado. Mesmo que você conheça bem o tema a ser ensinado, talvez você não conheça bem o software utilizado para a captura de tela, ou até, talvez você esteja iniciando nessa modalidade que é a gravação de vídeos.

4.  Gravação do tutorial

Depois do roteiro pronto e o processo estudado, é hora de gravar. Escolha o modelo de aula que poderá ser uma captura de tela, slides, uma animação e até mesmo um vídeo seu escrevendo na lousa ou com foco na atividade (por exemplo, nas suas mãos de você está fazendo um tutorial sobre um trabalho manual).

Prepare seu material, seu equipamento, escolha um lugar calmo e silencioso e mãos à obra! Lembre que nesse tipo de vídeo, o conteúdo a ser ensinado é a estrela! Por isso, concentre-se nele!

Se você está dando seus primeiros passos na criação e edição de vídeos, leia este post:

E se você vai fazer seu tutorial no modelo captura de tela, pense também em:

– evitar digitar textos e exercer comandos como o mouse enquanto fala: será impossível retirar esses ruídos externos do seu vídeo e eles podem abafar a sua voz, dificultar a compreensão e comprometer o aprendizado

– evitar movimentos bruscos com o mouse para facilitar o acompanhamento do tutorial: pense que a outra pessoa está vendo e ouvindo o que você está fazendo, ela não está no seu cérebro.

5. Edição do vídeo

A edição é o gran finale, o momento retirar os ruídos indesejados e as cenas incompletas.

Em um vídeo tutorial a edição precisa ser realizada para dar ênfase ao conteúdo. Sendo assim, pense em realizar cortes precisos, sem perder o ritmo da demonstração e sem usar muitos efeitos “especiais”.

Mas atenção, mesmo que a ênfase seja no conteúdo, a qualidade audiovisual precisa ser adequada para não atrapalhar a aprendizagem e nem desestimular seus alunos/seu público.

A boa notícia é que você não precisa de muito para criar vídeos de qualidade! Confira as dicas de equipamento, software de edição e cursos online sobre a criação de vídeos que eu mostro no post citado acima e você vai ver que eu estou falando a mais pura verdade!

IMPORTANTE: este post foi criado a partir do roteiro do vídeo com o mesmo tema que está no YouTube. Essa é uma excelente maneira de aumentar alcance e a vida dos conteúdos que você cria. Vou falar mais sobre isso em breve, ok? Até lá, clique na imagem para assistir ao vídeo no YouTube:

Como criar vídeos tutoriais
clique para assistir a aula completa no YouTube!

Conhece mais alguém querendo aprender a criar vídeos tutoriais?

Exerça sua generosidade e compartilhe!

Tem algo a dizer? Deixe seu comentário e participe da conversa!